Brasileiros nos sete cumes - Take três - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Projeto 7 cumes

Brasileiros nos sete cumes - Take três


Categoria: Estatística

Após um período de estagnação, o roteiro dos Sete Cumes foi “redescoberto” pelos brasileiros, e 2011 tem fervilhado de novidades.

por Rodrigo Granzotto Peron

:: Atenção, há uma atualização para este artigo - Brasileiros nos sete cumes - Take Quatro

Desde que escrevi o texto pioneiro sobre a história dos brasileiros que já tentaram ou estão tentando completar os 7 Cumes (vide: http://altamontanha.com/colunas.asp?NewsID=2777), já foi necessária uma atualização (Take Dois) em agosto, e agora um novo update na situação (Take Três).

PERFIL DO PRIMEIRO CONQUISTADOR

O paranaense de Foz do Iguaçu Waldemar Niclevicz tornou-se uma espécie de embaixador do montanhismo brasileiro. Inicialmente conhecido por sua conquista no Everest, depois diversificou sua carreira, com escaladas em todos os continentes e quase todas as cadeias de montanhas (o que inclui cumes nos círculos polares ártico e antártico, por toda a Ásia e Américas, e recentemente Salto Angel e Europa).

Um dos pontos altos de sua carreira foi a épica conquista dos Sete Cumes, incluindo uma batalha acirrada com o carioca Mozart Catão, cume a cume, para ver quem terminava em primeiro lugar, e uma escalada arriscada em um país assolado pela guerra civil, para pisar no cume da última montanha que lhe faltava. Para se entender o nível de tensão no relacionamento de Niclevicz e Mozart durante a disputa por eles travada basta dar uma olhada no trecho da entrevista concedida pelo paranaense para a revista Playboy de setembro de 1999: “Na Antártida foi desagradável. Eu tinha acabado de chegar lá de cima e o encontrei no acampamento-base. Falei "oi Mozart, tudo bem?" e estendi a mão. O Mozart olhou para o chão e disse: "Não, não está tudo bem".”

Ordem de conquista:

01    Aconcágua (1988, repetido em 1989)
02    Everest (1995, repetido em 2005)
03    Elbrus (1996)
04    Vinson (1996)
05    Kilimanjaro (1996)
06    Denali (1997)
07    Carstensz (1997)
08    Kosciuszko (2006) [fechou aqui os 8 Cumes]

Início: 18.02.1988
Fim: 21.09.1997
Lapso: 9 anos e 214 dias
Idade com que completou: 31 anos
Observação: Em 25.01.2006, Niclevicz completou também a versão Kosciuszko. Os alpinistas que fazem os 7 Cumes (Carstensz) + os 7 Cumes (Kosciuszko), completam o que se convencionou chamar 8 Cumes.

PERFIL DO SEGUNDO CONQUISTADOR

O gaúcho de Farroupilha Manoel Morgado é conhecido por seu espírito aventureiro, tendo realizado virtualmente trekkings e escaladas por todos os pontos do globo. Conhecido por ser experiente guia de escaladas, levando clientes aos cumes da América do Sul e outros pontos do planeta, nos últimos anos tem conquistado montanhas inéditas para o nosso país, como a recente subida do Khuiten, naquela que foi a primeira ascensão brasileira a uma montanha da Mongólia.

A conquista dos 7 Cumes foi uma decorrência lógica da carreira de Manoel. Tendo já conquistado algumas delas (inclusive como guia), intensificou as atividades a partir de 2009, e recentemente partiu para as duas que lhe faltavam - Everest (2010) e Vinson (2011) - para sagrar-se o segundo brasileiro a concluir a Versão Carstensz.

Ordem de conquista:

01    Kosciuszko (1990, repetido em 2010)
01    Aconcágua (2002, repetido em 2008)
02    Kilimanjaro (2004, repetido em 2005 e 2009)
03    Denali (2009)
04    Elbrus (2009, repetido em 2010)   
05    Everest (2010)
06    Vinson (2011)

Início: 1990
Fim: 11.12.2011
Lapso: 21 anos
Idade com que completou: 55 anos

ANÁLISE COMPARATIVA

Como se pode ver, apenas alpinistas do Sul do Brasil (um paranaense e um gaúcho) completaram a lista dos 7 Cumes até hoje.

Waldemar Niclevicz era mais novo quando concluiu a saga (31 anos contra os 55 do gaúcho).

Ambos começaram cedo, mas só partiram decisivamente para um projeto de conquista dos 7 Cumes anos mais tarde (Waldemar a partir de 1995, quase 7 anos após o Gigante das Américas; Manoel a partir de 2009, quase 19 anos após pisar no cimo do Kosciuszko).

Até o momento, Niclevicz é o único brasileiro com os 8 Cumes.

O QUE MAIS TEM ROLADO NOS 7 CUMES

Ana Elisa Boscarioli havia culminado Aconcágua (2000 e 2002) e Everest (2006), e lançado o projeto para ser a primeira mulher de nosso país a completar essa saga. Aparentemente havia abandonado o projeto pelos custos financeiros elevados. Mas resolveu retomar as atividades a partir desse ano, quando conquistou o Elbrus. Com três montanhas culminadas, há notícias de que partiu para a Antártida e que lá se encontra escalando o Vinson, no que pode ser sua quarta montanha. Caso seja bem sucedida, bastam-lhe Denali, Kilimanjaro e Carstensz.

O cearense Rosier Alexandre pode vir a se tornar o primeiro nordestino no cume do Everest e o primeiro alpinista do Nordeste a completar os 7 Cumes. Com projeto consistente e muita persistência, Rosier culminou, em 2011, tanto o Kilimanjaro (fevereiro) quanto o Elbrus (agosto), e dobrou a quantidade de picos conquistados, agora está com 4.

O paulistano Cid Ferrari já culminou cinco montanhas, faltando-lhe apenas o Everest (que foi tentado em 2011, na companhia de Paulo e Helena Coelho, mas sem cume) e o Carstensz.

O paranaense Dino Camargo já tem em seu currículo Aconcágua, Elbrus, Kilimanjaro e Denali. Ele se embrenhou nos sete cumes a partir de 2008, com o Gigante das Américas e, recentemente, fez o Denali.

A garota-prodígio Ayesha Zangaro pisou no ponto mais elevado do continente africano com apenas 16 anos de idade, e tem projeto para fechar os 7 Cumes.

Além de Ana Elisa Boscarioli, outra mulher tem ambições de fechar o circuito das sete montanhas. Trata-se da repórter esportiva e blogueira Karina Oliani, que já enfileirou Aconcágua, Kilimanjaro e, em agosto de 2011, também o Elbrus.

PERSPECTIVA GLOBAL

A esmagadora maioria dos brasileiros buscando os sete cumes já conquistou ou está em vias de conquistar as montanhas mais acessíveis: Aconcágua, Denali, Elbrus e Kilimanjaro. Essas quatro são as mais acessíveis pois não são escaladas muito complexas, os custos são relativamente baixos e são de fácil acesso. Já as três restantes – Everest, Vinson e Carstensz/Kosciuszko – são caras, remotas e complicadas. O Vinson somente é escalado em uma temporada do ano, o resto do período fica fechado, e a logística é complicada. O Carstensz/Kosciuszko são bem caros, por ficarem literalmente do outro lado do mundo. E o Everest, dependendo da expedição na qual o alpinista pretenda se encaixar, pode chegar a custar entre 30 e 80 mil dólares (54 a 144 mil reais).

Assim, essas três formam “o trio difícil”, que somente poucos dos alpinistas da lista abaixo conseguiram conquistar. Por exemplo, somente 6 dos abaixo nominados conquistaram o Everest; somente 5 o Vinson; e somente 2 o Carstensz. Em contrapartida, todos têm o Aconcágua, exceto Ayesha, e praticamente todos têm o Kilimanjaro (alguns mais de um cume) e o Elbrus.

A NOVA LISTA DE BRASILEIROS NA BUSCA DOS 7 CUMES:

07 – Waldemar Niclevicz (PR) [concluiu Versão Carstensz 1997 e Versão Kosciuszko 2006]
07 – Manoel Morgado (RS) [concluiu Versão Kosciuszko 2011]
06 – Mozart Catão (RJ) [morreu quando faltava somente o Carstenz]
06 – Carlos Morey (RJ) [falta Everest]
05 – Eduardo Keppke (SP) [faltam Vinson e Carstensz]
05 – Cid Ferrari (SP) [faltam Everest e Carstensz]
04 – Guilherme Rocha (RJ) [desistiu, tentou entre 98-04, culminou AC, EL, KI, DE]
04 – Helena Artman (RJ) [desistiu, tentou entre 98-99, culminou AC, EL, KI, DE]
04 – Charles Klein (RJ) [desistiu, tentou entre 99-04, culminou AC, EL, KI, DE]
04 – Fabio Couto Rosa (SP) [desistiu, tentou entre 04-06, culminou AC, EL, KI, DE]
04 – Dino Camargo (PR) [desistiu, culminou AC, EL, KI, DE]
04 – Rosier Alexandre (CE) [culminou Aconcágua, Denali, Kilimanjaro e Elbrus]
03 – Lucas Tejero (SP) [desistiu, tentou entre 98-01, culminou AC, EL, KI]
03 – Heron Teixeira (SP) [desistiu, tentou entre 98-01, culminou AC, EL, KI]
03 – Ana Elisa Boscarioli (SP) [culminou Everest, Aconcágua e Elbrus]
03 – Karina Oliani (SP) [culminou Aconcágua, Kilimanjaro e Elbrus]
02 – Vinícius Nery (RJ) [desistiu após culminar AC e KI]
01 – Ayesha Zangaro (SP) [culminou Kilimanjaro, aos 16 anos]

Observação final: A lista acima, que está atualizada até 20-12-2011, não é exaustiva, podendo haver outros escaladores que estejam almejando os 7 Cumes, mas dos quais o autor não teve ainda ciência.

Qualquer dúvida ou correção: alazaf AT terra.com.br
 




Publicidade:


Publicidade

Publicidade