Órgão ambiental proíbe população de visualizar pôr do sol em parque estadual - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Audiência Pública será realizada

Órgão ambiental proíbe população de visualizar pôr do sol em parque estadual

O Parque Estadual do Monge, localizado dentro da área urbana da Lapa, há 50 km de Curitiba, era um local tradicional de lazer para os habitantes desta histórica cidade. Desde que o parque começou a ser revitalizado pelo Instituto Ambiental do Paraná, o IAP, começaram a haver diversos problemas de acesso e o mais recente é a impossibilidade da população em assistir ao pôr do sol no local.

Fonte: Redação

Apesar de aparentar sensacionalista o título desta notícia, a impossibilidade de assistir ao pôr do sol em cima da escarpa do Parque Estadual do Monte, que sempre foi uma atividade tradicional entre a população do município da Lapa, hoje é um fato.

O IAP não tem efetivo para trabalhar no Parque Estadual durante a noite e o expediente dos funcionários termina às 17 horas. Como nesta época de horário de verão o sol se põe às 20 horas, a população perde a oportunidade de todos os finais de tarde visitarem e aproveitarem os atrativos naturais da unidade de conservação.

O fechamento do Parque do Monge nos finais de tarde revoltou a população da Lapa novamente. Na comunidade do Parque no Facebook, os cidadãos reclamam: “A única atração da Lapa é o Parque do Monge, agora vamos deixar esse órgão irresponsável e defasado ditar o que deve ser feito. Isso é uma vergonha. E a prefeitura da Lapa cruza os braços diante disso. Estamos perdidos não há ninguém para questionar essas "asneiras" temos que nos juntar e erguer de novo o que levaram a baixo. Para que nossos finais de semanas voltem a ser divertidos neste local único”. Afirmou Herlon Hoffmann, morador do município.

Histórico


O Parque do Monge abriga uma escarpa de arenito onde no século XIX viveu o Monge João Maria de Agostini, que era um ermitão viajante que cruzou o continente americano e conquistou muito seguidores com sua filosofia cristã. A gruta onde viveu este homem místico é visitada por fiéis todos os anos.

O parque é uma das unidades de Conservação mais antigas do Paraná, com 54 anos de existência. Sua paisagem era originalmente composta pela vegetação dos Campos Gerais, no entanto, um plantio de espécies florestais exóticas, como pinus e eucalipto, alterou a paisagem totalmente.

No ano de 2008, o IAP começou um projeto de revitalizar o Parque, substituindo a vegetação exótica pela original. O projeto, no entanto, nunca foi finalizado. As árvores foram derrubadas e a madeira vendida, mas a reforma da infraestrutura turística não está pronta até hoje. O abandono do parque, depois de 6 anos do início do projeto é eminente, pois as árvores exóticas já rebrotaram e estão com porte elevado, a vegetação campestre original nunca se recuperou. Para piorar, de 2008 para cá o parque foi fechado diversas vezes e a revitalização virou tema de piada no município.

Audiência pública

Devido ao histórico de má gestão, proibições e abandono, o Ministério Público fará uma audiência pública no dia 12 de Dezembro para discutir a questão de visitação e conservação do Parque Estadual do Monge.

A reunião está marcada para as 19 horas no Auditório da Secretaria Municipal da Educação, na rua Barão do Rio Branco 1861 no Centro da Lapa.

Serviço:

Audiência Pública: Revitalização do Parque Estadual do Monge.
Onde: Auditório da Secretaria Municipal da Educação, rua Barão do Rio Branco 1861. Lapa PR
Quando: dia 12/12/2014 às 19 horas.
Mais informações: (41) 3622 3285
 

Notícias Relacionadas:

 

:: Frustração na reabertura do Parque do Monge 
:: Parque do Monge fica aberto só mais 2 meses
:: Parque Estadual do Monge ficará fechado por um ano
:: Fepam entrega projeto para rever escalada no Parque do Monge
:: Parque Estadual do Monge voltará a ter escaladas
:: Após atraso, obras no Parque do Monge devem começar na próxima semana
:: Obras paradas nos Parques Estaduais do Monge e Marumbi 
:: Parque da Gruta do Monge continua fechado 
:: Para liberar escaladas em Parques: Um exemplo!
:: Liberada licitação para obras de revitalizar o Parque Pico do Marumbi

:: Recomeçam as obras no Parque Estadual do Monge
 

Publicidade:


Publicidade

Publicidade