Pedro Hauck escala sua trigésima montanha de 6 mil metros nos Andes e homenageia Parofes - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Andinismo

Pedro Hauck escala sua trigésima montanha de 6 mil metros nos Andes e homenageia Parofes

O montanhista Pedro Hauck acaba de regressar de uma expedição aos Andes onde escalou quatro montanhas, completando assim sua trigésima ascensão a uma montanha com mais de 6 mil metros de altitude. Ele deixou as cinzas do montanhista Paulo Roberto Schmidt, o Parofes, no cume da montanha.

Fonte: Redação

Pedro Hauck passou 20 dias nos Andes numa expedição que ele denominou de “Puna de Salta”, por ter se concentrado na região altiplânica da província de Salta, no norte da Argentina. Ali ele ascendeu quatro montanhas, o Cerro Macón, de 5525 metros, o Nevado Acay, de 5750, Nevado Quewar de 6150 e o Vulcão Socompa, de 6058 metros. Todas montanhas muito pouco frequentadas, sem trilhas e com uma natureza bastante selvagem.

Pedro esteve acompanhado de sua namorada, Maria Tereza Ulbrich, que escalou todos os cumes também. Maria Tereza começou a escalar há pouco tempo, ela realizou o curso de escalada em gelo na Bolívia oferecido pelo GenteDeMontanha, empresa a qual Hauck é sócio junto com o top climber argentino Maximo Kausch. Para ele, o rápido desenvolvimento na escalada e no montanhismo de altitude pela namorada é surpreendente: “É muito raro alguém com tão pouco tempo de experiência consiga subir tantas montanhas. Geralmente o corpo não se acostuma tão rápido com as condições fisiológicas de altitude e se desgasta demais nas primeiras experiências”. Disse.

As montanhas que eles ascenderam, apesar não terem grandes dificuldades técnicas, são montanhas que exigem bastante conhecimento. Primeiramente pelo fato de que o acesso da maioria delas ser em local desértico e em trilhas que exigem um carro 4x4, depois pelo fato de inexistir trilhas e até mesmo acampamentos fixos, o que exigem experiência em encontrar um caminho e depois pelo isolamento. Em nenhuma destas montanhas eles encontraram outros montanhistas.

Na montanha em que Hauck completou seu trigésimo 6 mil, o Vulcão Socompa, a dupla teve que fazer um ataque de quase dois mil metros. De acordo com o relato do montanhista em seu site pessoal, ele apenas tinha feito um ataque deste tamanho duas vezes, ambas na companhia de Waldemar Niclevicz, primeiro brasileiro a escalar o Everest e dono do mais extenso curriculum de montanha no Brasil. De acordo com ele, um ataque longo de dois mil metros de desnível numa montanha de altitude é bastante desgastante.

Com estes cumes, Pedro se torna o brasileiro com mais cumes em montanhas de 6 mil metros nos Andes. No ano passado ele também já havia se tornado o primeiro brasileiro a escalar todos os 6 mil da Bolívia, num feito realizado por poucas pessoas até hoje.

Homenagem

Em todos os cumes escalados pela dupla eles depositaram cinzas de Paulo Roberto Felipe Schmidt, o “Parofes”, montanhista carioca que faleceu por Leucemia em Maio de 2014 e que provocou comoção nacional.  Pedro e Parofes eram grandes amigos.

Em seu site pessoal, Hauck disse que se sentiu muito emocionado ao jogar as cinzas do amigo falecido no cume do Socompa. “Foi a décima segunda montanha que ele ficou desde que ele faleceu no ano passado. Me recordei que quando estive no LLullaillaco no ano passado, nesta mesma época, olhei ao Norte e vi o Socompa. Foi o momento em que escrevi no livro de cume um pedido para que ele se curasse da Leucemia. Foi um tanto que emocionante lembrar daquele dia e triste constatar que meu pedido não deu certo, no entanto senti ele muito perto de mim naquele momento” Afirmou.

Pedro não tem um projeto específico de montanhismo. De acordo com ele, seu desejo é envelhecer escalando. Ele já tem 17 anos de experiência em montanhas, 15 escalando nos Andes, onde já fez mais de 50 cumes, destes, 30 tinham mais de 6 mil metros. Ele conta com o apoio para suas expedições da marca de roupas esportivas Hard Adventure e da Loja AltaMontanha de artigos de montanhismo e escalada.

Montanhas de 6 mil metros de Pedro Hauck, altitude, data da escalada e parceiro

01: Aconcagua - 6962 metros - Argentina. Cume em Março de 2002 (sem mulas) - Maximo Kausch
02: Huayna Potosi - 6080 metros - Bolívia. Cume em Julho de 2002 (solo)
03: Pomerape - 6200 metros - Bolívia. Cume em Agosto de 2002 - Maximo Kausch
04: Tupungato - 6500 mts- Chile. Cume em Janeiro de 2003 (sem mulas) - Maximo Kausch
05: Vulcão San Francisco - 6000 mts - Argentina. Cume em Fevereiro de 2006 (solo)
06: Vulcão Parinacota - 6300 mts - Chile/Bolívia. Cume em Julho de 2007 (solo)
07: Cerro Ramada - 6400 mts - Argentina. Cume em Janeiro de 2008. - Steven Sheets, Colin Tucker
08: Sajama - 6540 mts - Bolívia. Rota normal AD. Cume em Julho de 2009 - Maximo Kausch
09: Illimani - 6450 mts - Bolívia. Rota normal PD. Cume em Julho de 2009 - Maximo Kausch
10: Ancohuma - 6430 mts - Bolívia. Rota Sudoeste. AD. Cume em Agosto de 2009 - Maximo Kausch
11: Illampu - 6360 mts - Bolívia. Rota normal. D-. Cume em Agosto de 2009 - Maximo Kausch, Isabel Suppé.
12: Vulcão Antofalla - 6470 mts - Argentina. Cume em Dezembro de 2012 - Waldemar Niclevicz
13: Nevado Cachi - 6350 mts - Argentina. Cume em Dezembro de 2012 - Waldemar Niclevicz
14: Vulcão Incahuasi - 6640 mts - Chile. Cume em Janeiro de 2013 - Waldemar Niclevicz
15: Nevado Pissis - 6800 mts - Argentina. Cume em Janeiro de 2013 - Waldemar Niclevicz
16: Cerro Mercedário - 6770 mts - Argentina. Cume em Janeiro de 2013- Waldemar Niclevicz
17: Cerro las Tórtolas - 6160 mts - Chile. Cume em Janeiro de 2013 - Waldemar Niclevicz, Silvia Bonora
18: Ojos del Salado - 6983 mts - Chile. Cume em Janeiro de 2013 - Waldemar Niclevicz
19: Nevado Três Cruces - 6745 mts - Chile. Cume em Janeiro de 2013 - Waldemar Niclevicz
20: Sairecabur - 6003 mts - Chile. Cume em Janeiro de 2014 - solo
21: Llullaillaco - 6740 mts - Argentina. Cume em Janeiro de 2014 - solo.
22: Chaupi Orko - 6045 - Bolívia. Cume em Agosto de 2014 - Maximo Kausch
23: Chachacomani - 6078 - Bolívia. Cume em Agosto de 2014 - Maximo Kausch
24: Chearoko - 6100 - Bolívia. Cume em Agosto de 2014 - Maximo Kausch
25: Acotango - 6078 - Bolívia/Chile. Cume em Agosto de 2014 - solo
26: Guallatiri - 6089 - Chile. Cume em setembro de 2014 - solo
27: Kapurata - 6015 - Chile/Bolívia. Cume em setembro de 2014 - solo
28: Uturuncu - 6008 mts - Bolívia. Cume em setembro de 2014 - Maximo Kausch.
29: Nevado Quewar - 6160 mts - Argentina. Cume em Janeiro de 2015 - Maria Tereza Ulbrich
30: Vulcão Socompa - 6058 mts - Argentina/Chile. Cume em Janeiro de 2015 - Maria Tereza Ulbrich
 

Publicidade