Resgate bem sucedido no Vale do Cerro Torre - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Patagônia

Resgate bem sucedido no Vale do Cerro Torre

O acidente ocorreu na agulha Media Luna no cordão montanhoso do Cerro Torres, Patagônia argentina. Uma mulher de 36 anos sofreu uma queda. Sua companheira teve que buscar ajuda. O resgate levou 15 horas de trabalho.

Fonte: Chaltén Hoy

Na semana passada, houve uma operação de resgate na região de El Chaltén, na Patagônia argentina. O mesmo foi organizado pela Gendarmeria e contou com apoio da Brigada do Parque Nacional de los Glaciares e voluntários para socorrer uma mulher argentina que levou uma queda durante uma escalada na Agulha Media Luna.

Perto das 15:30 da quarta feira, sua companheira fez o aviso depois de percorrer uma região glaciária durante uma hora e meia na busca de ajuda, uma vez que não contava com equipamentos de comunicação. Na região ela recebeu os primeiros socorros com ajuda de escaladores, quem trasladou a vítima desde a base da agulha até o acampamento Niponino.

A mulher sofreu uma queda de pelo menos 20 metros e sofreu diversas fraturas nas costelas, pernas e no antebraço direito. A operação para resgatá-la levou 15 horas de trabalho.

A operação de resgate

A equipe de resgate se dividiu entre grupos. O primeiro percorreu a pé de Niponino e se encarregou de atravessar a vítima pelos glaciares Torre e Grande. O segundo carregou a mulher numa embarcação pela Laguna Torre e o terceiro, graças a ajuda de um morador local, que emprestou um cavalo, levou a vítima pela trilha até chegar em Chaltén, cidade mais próxima da montanha, de onde a vítima foi conduzida de ambulância até um hospital.

Registro de escaladores

Lamentavelmente, as escaladores não haviam se registrado no parque antes de realizar a tentativa da escalada, o que dificultou na tarefa de as identificar e também saberem qual via estavam e em qual montanha.

O registro, que não tem custo, tem a finalidade de coletar dados sobre as intensões dos escaladores no Parque Nacional. Com ele, os funcionários dão as recomendações necessárias para cada área, quais equipamentos levar e as precauções necessárias. No registro, os escaladores recebem diversos contatos telefônicos e de VHF para se comunicar em casos de emergência.

 

Publicidade:


Publicidade

Publicidade