Marcos Costa tentará escalar a face norte do Baintha Brakk, o Ogro I do Paquistão - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Uma das montanhas mais difíceis do mundo

Marcos Costa tentará escalar a face norte do Baintha Brakk, o Ogro I do Paquistão

O Baintha Brakk, montanha de 7285 metros de altitude localizada no Norte do Paquistão, foi escalada apenas 3 vezes, todas pelo lado sul.

Fonte: Redação

O montanhista brasileiro que reside na China, Marcos Costa, está à caminho por via terrestre do Paquistão para escalar uma das montanhas que é considerada como uma das mais difíceis do mundo, o Baintha Brakk, também conhecida como Ogro I, de 7285 metros de altitude.
 
O plano de Costa é abrir uma via nova na face norte da montanha, que ainda não tem rotas e se mantém virgem! Ele fará sua aclimatação perto de Karimabad, no norte do conturbado país muçulmano antes de partir, junto com amigos americanos, para o principal objetivo da expedição.
 
Baintha Brakk
 
O Baintha Brakk é considerada uma das montanhas mais difíceis do mundo por misturar escalada alpina técnica e altitude. Ela fica ao norte do glaciar Biafo, um dos maiores do Karakoran, cadeia de montanhas que tem como ponto culminante o K2. Apenas para ter uma idéia, a face sul da montanha tem 3 mil metros de amplitude e foi por lá que ocorreu as três únicas ascensões até seu cume até hoje.
 
A primeira vez que o Baintha Brakk foi escalado foi em 1977 pelos famosos montanhistas britânicos Doug Scott e Chris Bonington. Eles escalaram o pilar Sul e fizeram uma travessia até uma crista na parte oeste da montanha, chegando ao cume oeste e daí ao principal, encarando escalada em rocha de grande dificuldade que expandiu as fronteiras da escalada técnica até então realizada em altitudes extremas. Durante o descenso, Scott quebrou duas pernas e Chris fraturou duas costelas. Mesmo assim chegaram ao campo base e ainda tiveram que esperar para receber assistência médica.
 
A segunda escalada foi realizada por Urs Stöcker, Iwan Wolf e Thomas Huber em 2001, também pelo pilar Sul. Esta escalada foi tida pela Mountain Info Magazine como a mais notável experiência alpina daquele ano.
 
A terceira ascensão foi realizada em 2012 pelos americanos Kyle Dempster e Hayden Kennedy, famoso por ter arrancado as chapeletas do Cerro Torre naquele mesmo ano. Eles foram indicados ao Piolet D'Or pela conquista.
 
Marcos Costa
 
Nascido em Teresópolis - RJ, Marcos Costa já viveu em vários países, como Estados Unidos, Hong Kong e Japão. Atualmente ele mora em Xangai na China. 
 
Apesar de ser pouco conhecido no Brasil ele é um destaque mundial em escaladas alpinas e foi indicado dois anos seguidos ao prêmio Piolet D'Or, máxima premiação do montanhismo mundial, por três conquistas inéditas realizadas na China.
 
Veja mais:
 

Publicidade:


Publicidade

Publicidade