Pedreira supostamente irregular que atua no pé do Anhangava é vistoriada - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Crime ambiental?

Pedreira supostamente irregular que atua no pé do Anhangava é vistoriada

Técnicos do Instituto Ambiental do Paraná (IAP) vistoriaram a pedreira da Mineração Bernamarti, em Quatro Barras, nessa terça-feira. Segundo assessoria de imprensa do órgão, será feito um relatório antes de ser definido que medidas serão tomadas. A renovação da licença de operação da pedreira, conforme o IAP, ainda não foi assinada e não está valendo.

Fonte: Redação

No mês passado foi noticiado uma suposta irregularidade numa pedreira localizada aos pés do Anhangava, montanha protegida pelo Parque Estadual da Serra da Baitaca que é considerado como o local mais popular de escalada no Estado do Paraná.
 
De acordo com reportagem do Paraná online, todos empreendimentos que causam grande impacto ambiental devem de acordo com a legislação estar pelo menos há 3 quilômetros de distancia de uma Unidade de Conservação, mas a pedreira Bernamarti fez limite com o parque da Baitaca.
 
Ainda de acordo com esta fonte, o Instituto Ambiental do Paraná, órgão publico que fiscaliza e dá licença ambiental à estes empreendimentos e que ainda gerencia os parques no estado, havia dado uma licença à pedreira sem nunca ter ido até lá.
 
Na visita realizada na última terça feira, o IAP poderá caçar a licença ou mantê-la. No entanto ainda não foi divulgado qual o resultado da vistoria.
 
Veja mais:
 

Publicidade:


Publicidade

Publicidade