Garoto de 11 anos conquista o monte Elbrus - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Alpinismo infantil

Garoto de 11 anos conquista o monte Elbrus

Tyler Armstrong quer subir os sete cumes para arrecadar dinheiro para uma ONG

Fonte: Redação - com informações do The Adventure Blog

O norte-americano Tyler Armstrong tem um sonho: ele quer conquistar os sete cumes, projeto famoso que consiste em escalar o pico mais alto de cada um dos continentes. O feito já seria louvável por si só, mas é ainda mais especial devido à idade de Tyler: o garoto tem só 11 anos. Como parte da empreitada, ele acaba de chegar ao cume do Elbrus, a montanha mais alta da Europa, na Rússia, acompanhado por seu pai. 

A expedição de Tyler ao Elbrus levou cinco dias, culminando com a chegada ao topo (5642 metros) no último dia 9. Este foi o terceiro dos sete picos que Tyler conquistou, com o Aconcágua e o Kilimanjaro já para trás. A subida ao Elbrus foi encarada como uma oportunidade para "aquecer" rumo ao Everest, já que Tyler pôde treinar algumas habilidades fundamentais, como andar com crampons e trabalho com cordas.  

Para escalar o Everest em 2016, como pretende, Tyler precisará pedir uma autorização especial do governo do Tibet ou do Nepal, já que ambos instauraram regras sobre a idade minima para escalar a montanha mais famosa do mundo em 2010. 

A campanha de Tyler tem um objetivo nobre: o garoto vem arrecadando dinheiro para a ONG Cure Duchenne, que trata de uma doença muscular chamada distrofia de Duchenne. A meta é juntar US$ 1 milhão para pesquisa e tratamento da doença.

Tyler participou recentemente de um programa onde recebeu conselhos duvidosos sobre escalar o Everest. Perguntado sobre que dicas daria a quem se propõe à tarefa, o autor e alpinista norte-americano Jon Krakauer (de No Ar Rarefeito), que foi ao topo da montanha em 1996, foi um tanto desencorajador: "Você deve pensar duas vezes antes de decidir fazer isto. O Everest é uma montanha muito perigosa, e as coisas podem ficar bem difíceis lá em cima de uma hora para a outra", disse. Vamos acompanhar a história de Tyler para ver se as palavras de Krakauer o desestimularam ou não!

 

Publicidade