5 razões para levar seu bebê para a montanha - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Paternidade

5 razões para levar seu bebê para a montanha

Não deixe os incrédulos te influenciarem a deixar seu bebê em casa

Fonte: Redação - com informações do site backpacker.com

Muita gente acha que a chegada de um bebê é razão para deixar as aventuras de lado, e que é importante “aproveitar ao máximo” antes do nascimento da criança. Mas a jornalista americana Brianna Randall, da revista Backpacker, discorda. Seu filho, Talon, de 10 meses, já a acompanhou em trekkings, acampamentos, pedais e até a viagens de esqui.

Seus amigos a questionam se é difícil conciliar um bebê com a vida outdoors, mas ela responde que “é mais fácil do que ficar em casa”. A logística de levar um bebê – além de todo o seu equipamento – para a montanha e em expedições pode parecer uma tarefa gigante, mas Brianna garante que, uma vez ao ar livre, o bebê se distrai com toda a natureza no entorno e deixa ela e seu marido livres para cuidar das tarefas à mão. “O Talon observa as árvores, conversa com os riachos, confere as ondas e experimenta a terra e as pedras a seu redor. Eu e meu marido podemos tranquilamente cozinhar uma refeição enquanto ele se diverte batendo em uma panela, ou tirar uma soneca enquanto ele brinca com os zíperes da nossa barraca”, garante.

 

Aqui, ela lista cinco razões pelas quais você não deveria esperar nem mais um minuto para começar a levar seu bebê com você nas suas aventuras:

- As crianças só ficam mais pesadas com o passar do tempo: aproveite enquanto seu bebê é pequeno e cabe em uma mochila especializada, como a Deuter Kid Confort. Com o peso menor, você poderá se mover mais rápido e ir mais longe.

- Bebês não falam: ninguém vai perguntar “já chegamos?”, a não ser você. Claro, é possível que o bebê chore, mas uma montanha tranquila quase sempre inspira uma jornada tranquila.

- Bebês não precisam de tanto equipamento: eles não precisam de suas próprias botas nem sacos-de-dormir, só precisam de de uma mamadeira, um corpo quente e um sorriso.

- Sonecas vão bem na trilha: é difícil resistir ao movimento que seus pais fazem enquanto andam com você pela trilha: o sono é quase certeiro. Levar seu bebê em uma mochila ou carregador é um bom jeito de induzir uma soneca enquanto você avança no caminho.

- Você o acostuma à vida outdoors cedo: pense como vai ser fácil ir viajar quando seu bebê já estiver andando e falando. O seu pequeno já vai poder ajudar, e não vai ter medo das barracas, riachos e florestas. Além do quê, se você já estiver acostumado a arrumar viagens para a família toda, vai ser muito mais fácil sair para explorar do que se você tirar alguns anos de folga enquanto o bebê cresce.

 

Dicas da Brianna para quem quer leva o bebê a tiracolo em trilhas e acampamentos:

 

- Escolha trilhas perto de corpos d’água. Elas costumam ser menos inclinadas, e permitem paradas para nadar, beber água e aproveitar a paisagem ao redor.

- Pedale e acampe. Há no mercado uma infinidade de cadeirinhas e carretas para o transporte de crianças na bike, e os pequenos adoram dormir em barracas.

- Prepare-se para lidar com fraldas: leve sacos plásticos reserva para conseguir de desfazer corretamente das fraldas, ou trazê-las de volta com você.

- Traga menos coisas do que você acha que precisará: isto pode parecer contra-intuitivo, mas tudo o que o bebê realmente precisa é de roupas para mantê-lo aquecido. Brinquedos ocupam espaço, são pesados e desnecessários: a natureza oferece muito entretenimento.

- Faça pausas sempre: elas darão a você e ao bebê uma chance de comer, beber algo e relaxar. 

Publicidade:


Publicidade

Publicidade