David Lama junta mais uma “montanha única” ao seu currículo - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Escalada

David Lama junta mais uma “montanha única” ao seu currículo

O austríaco realizou a primeira ascensão de que se tem notícia ao cume do Monte Líbano

Fonte: multidesportos.pt

O alpinista e montanhista David Lama, 25, aumentou o seu vasto currículo ao conquistar recentemente mais uma montanha, mais precisamente o bonito mas perigoso Monte Líbano, no Líbano. A rota escolhida foi a garganta Baatara, formação que parece um "buraco" na rocha, com direito a cachoeira e crux especialmente difícil. 
 
Em recente entrevista, o austríaco declarou que “viajar por caminhos já descobertos não tem muita graça, pois se é só mais um viajante a percorrer esses caminhos; mas se for a um lugar onde ainda ninguém pisou, serei a primeira pessoa a fazê-lo e isso é algo que realmente aprecio". 
 
Depois de ver uma fotografia da famosa cachoeira, com arcos perfeitos formados pela natureza, Lama decidiu conquistar a montanha conhecida pela “Montanha das 3 Pontes”, uma cadeia de pedras calcárias.
 
“Quando cheguei ao Monte Líbano - com 3.090 metros de altura, a maior da pequena cadeia onde se encontra - pensei que não ia conseguir escalar, pois estava fascinado pela beleza natural que tinha diante dos olhos: uma cachoeira com 100 metros de altura, três enormes arcos de pedra, rochas azuis e cor de laranja e, para terminar, uma floresta de um verde muito intenso, imediatamente me lembrou o filme Avatar“, disse David ao site oficial da Red Bull.
 
Jad Khoury, montanhista que ajudou Lama neste projecto, afirmou à mesma publicação que “quando se fala no Líbano só se pensa na guerra e no terrorismo; mas o Líbano não é só desgraça, tem muitas coisas bonitas, muitos locais para explorar e para visitar, seja montanhista ou um simples visitante”.
 
O Monte Líbano não tem linhas retas nem subidas com piso liso, mas várias pedras irregulares, muita umidade e formações rochosas que nenhum homem, até agora, resolvera enfrentar.
 
David Lama disse que estas características ajudaram, pois “quando se está a escalar uma montanha já escalada por outras pessoas, costumamos ir pelos trilhos já criados, mas que por vezes não são os melhores; aqui não tinha nenhuma "linha traçada", e por isso pude escolher livremente o melhor caminho. Quando se sobe uma montanha pela primeira vez, nunca se sabe se é possível chegar ao topo; é preciso bater os limites e por isso considero que o montanhismo é mais arte do que esporte, pois cada montanhista enfrenta paisagens que podiam estar representadas num quadro em exposição”.
 
David Lama e Jad Khoury resolveram dar à sua expedição o nome de “Avaatara”, que “é uma mistura dos nomes Avatar e Baatara, a vila mais próxima do Monte Líbano, que é a montanha mais difícil de escalar”, disse Khoury.
 
Depois desta emocionante aventura, Jad vai continuar no Líbano, realizando visitas guiadas a montanhas já escaladas por diversas vezes, enquanto David Lama vai para o Nepal enfrentar mais um desafio único, ou seja, subir uma montanha nunca antes escalada.
 
Confira o vídeo de David na Baatara Gorge: 
 

Publicidade:


Publicidade

Publicidade